Chá de Malva

O chá de malva é um dos menos conhecidos no Brasil, no entanto, não se pode ignorar as propriedades que o mesmo possui e os benefícios que as mesmas trazem para a saúde. De origem europeia e sua flor é também usada para ornamentação de ambientes.

Conheça a seguir, tudo que precisa saber sobre o chá de malva.

Chá de Malva
Tudo sobre o chá de malva (Benefícios, Como fazer o chá e mais) – Foto: Reprodução.

Origem da malva

A malva pertence à família Malvaceae, com flores brancas ou rosas que medem até 5 centímetros e folhas alternadas (que ultrapassam 5 cm).






A origem desta planta é europeia, aos poucos a espécie foi se disseminando por países com clima tropical e temperado, principalmente nos continentes Asiático e Africano, posteriormente na América do Sul, como é o caso do Brasil.

Inicialmente o uso da Malva era restrito à ornamentação, porém, com o passar do tempo se difundiu suas propriedades e benefícios ao corpo humano e o uso como chá ficou popular.

Benefícios do chá de malva

Dentre os benefícios do chá de malva se destacam:

  1. Ação antioxidante: dada a presença de vitaminas e carotenos da planta, o chá proporciona o combate aos radicais livres, evitando o envelhecimento precoce das células;
  2. Ação anti-inflamatória e cicatrizante: em contato com o organismo humano, age diretamente na renovação celular do corpo, proporcionando o fim de infecções e uma cicatrização mais rápida;
  3. Ação emoliente: o chá de malva proporciona ao organismo ação emoliente, interna e externamente (neste caso deve ser usado em banhos e/ou compressas), proporcionando ao individuo a recuperação rápida de ulceras, gastrites, inflamações cutâneas, gengivite, afta, machucados e etc.;
  4. Ação mucilaginosa: provoca contrações no intestino, desta forma, facilita a expulsão do material fecal e por consequência a expulsão das toxinas acumuladas no intestino;
  5. Proporciona rápida recuperação a quem passou pela expulsão de cálculos renais: neste caso a malva age na renovação das células dos canais por onde as pedras passaram e possivelmente tenha os machucado;
  6. Propriedades digestivas: o chá de malva pode ser usado após refeições pesadas, pois acelera o processo de digestão dos alimentos e retira os incômodos causados por exageros;
  7. Propriedades calmantes: por possui ativos calmantes, a malva pode ser usada antes de dormir, a fim de proporcionar uma noite de sono mais agradável (principalmente para quem sofre de insônia);
  8. Ação diurética: estimula a produção de urina e ajuda na eliminação de toxinas e retenção de líquidos.
  Chá de Sene

Propriedades do chá de malva

Como já mencionado a malva possui propriedades benéficas para o organismo humano, isso porque ele possui componentes diversos, dentre os quais se destacam: vitamina A, vitamina B2, vitamina C e flavonoides.

Em relação às propriedades que tais componentes proporcionam ao corpo humano, se destacam: antioxidantes, adstringente, diurética, expectorante, laxante, calmante da pele e tecido, anti-inflamatória e também atua na eliminação de toxinas do organismo (urina e fezes).

Contraindicações do chá de malva

É importante em primeiro momento desmistificar que os produtos naturais não possuem contraindicações, a malva, possui algumas contraindicações especificas, as quais:

  1. Não pode ser usada por diabéticos: pois quando entra no organismo, produz glicose;
  2. O uso em crianças deve ser controlado: as recomendações diárias devem ser proporcionais à idade do individuo;
  3. Não deve ser usada por pessoas que sofrem com diarreia crônica: dado suas propriedades laxantes, a malva pode atenuar os sintomas.

Caso tenha alguma reação após ingerir o chá de malva, recomenda-se a suspensão imediata do uso.

Como fazer chá de malva

Apesar de em alguns países a flor da malva ser também utilizada no preparo dos chás, no Brasil, costuma-se usar somente as folhas da planta, da seguinte forma:

Para preparar é necessário 1 litro e meio de água e duas ou três folhas de malva. Em primeiro momento é necessário fazer a higienização e o corte das folhas, depois basta colocar as folhas junto com a água e esperar ferver por aproximadamente 10 minutos. Após a fervura, deixe amornar, coe e beba.

O chá de malva pode ser adoçado e, a quantidade recomendada é de 2-3 xícaras diárias.  Além de tomar o chá, a malva pode ser usada em compressas, gargarejos e banhos. Além disso, a flor desta planta é considerada uma PANC (planta alimentícia não convencional) e pode ser usada em saladas e pratos diversos, no entanto, não devem ser consumidas em excesso.

Grávida pode tomar chá de malva?

Apesar de seus diversos benefícios, a maioria das recomendações encontradas sugere o uso do chá de malva somente depois do primeiro trimestre de gestação. Isso porque, depois deste período o corpo da mãe (tendo em vista uma alimentação saudável) já conseguiu o equilíbrio em “dividir” os nutrientes com o bebê.

  Chá Preto

Passado este período, a mãe pode usar o já para amenizar os efeitos diversos provocados pela gestação. Contudo, vale ressaltar a importância de conversar com o médico responsável pelo pré-natal a respeito do uso de todo e qualquer medicamento (sejam eles naturais ou não).

Gostou das informações sobre o chá de malva? Então compartilha este post com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!!

Chá de Malva
5 (100%) 4 votes

Última atualização: 12/07/18


Check Also

Chá de gengibre

Chá de Gengibre

Além do chá de gengibre ajudar a emagrecer, aliviar enjoo, má digestão prevenir o corpo de várias doenças é muito bom para beber no dia-dia.